TecPrevInf

TecPrevInf

Transferência de inovação tecnológica para as práticas dos enfermeiros: contributos para a prevenção de infecções

Transfer of technological innovations to nursing practice: A contribution to the prevention of infections

ABSTRACT:

The TecPrevInf project focuses on the prevention of infections in patients with Peripheral Venous Catheters (PVCs) through the development of activities aimed at the transfer of innovative technologies into nursing practices, the acquisition of skills, and the improvement of the scientific knowledge in this area. Using an Action-Research methodology, the project partners ? the academy (ESEnfC and ESTeS-IPC), clinical practice (CHUC) and the Portuguese Association of Vascular Access (APoAVa) will reflect on professional practices, provide nurses with training on the use of new technologies during insertion and management of PVCs, or in alternative to them, and identify the effectiveness of these innovations. The research team also expects to elaborate a program for project dissemination across other national and international care units.

Domínio Científico Principal: Ciências Médicas e da Saúde

Área Científica Principal: Ciências da Saúde

Área Científica Secundária: Enfermagem

PARCERIA:

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA

CENTRO HOSPITALAR E UNIVERSITÁRIO DE COIMBRA, E.P.E.

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA

APOAVA- ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ACESSOS VASCULARES

INVESTIGADOR RESPONSÁVEL IPC:

NÁDIA ISABEL ALMEIDA OSÓRIO (ESteSC)

FINANCIAMENTO:

Investimento elegível global: 148.785, 25 €

Investimento elegível IPC: 18.847,51 €

DESCRIÇÃO SUMÁRIA:

As Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde (IACS) e o aumento da resistência dos microrganismos aos antimicrobianos são problemas com importância crescente à escala mundial, com custos diretos, indiretos e intangíveis. A presença da pessoa em ambiente hospitalar expõe-na a elevado risco de infeção, aumentando exponencialmente quando à necessidade de inserção de um dispositivo médico, dando acesso à corrente sanguínea.

O dispositivo médico invasivo mais utilizado, em contexto hospitalar, é o cateter venoso periférico (CVP), para administração de medicação entre outras finalidades, contudo não isento de complicações. Entre os fatores descritos para a prevenção de complicações, nomeadamente as infeções, surgem as práticas dos profissionais e os materiais utlizados nos cuidados. Considerando que são enfermeiros que habitualmente inserem o CVP e cuidam da pessoa durante a sua permanência, propomos este projeto que tem como objetivos: contribuir para a prevenção de infeções hospitalares, através da mudança de práticas dos enfermeiros relacionadas com os cuidados a doentes com CVP; implementar tecnologias inovadoras na prática clínica; contribuir para o aumento do conhecimento científico, integrando o conhecimento da praxis com o da investigação; facilitar a criação de redes de investigação, através da articulação de instituições de ensino politécnico e contextos de prática clínica, dando continuidade aos ideais estabelecidos no projeto. Para dar resposta aos objetivos propostos e recorrendo à Investigação-Ação

(IA), propomos o projeto para a região centro, envolvendo vários parceiros, potenciando assim o relacionamento entre a academia (Ensino Politécnico, áreas da enfermagem e microbiologia), prática clínica (Hospital Central), a comunidade (Associação de Acessos Vasculares) mas, também, algumas empresas produtoras/distribuidoras de inovações tecnológicas na área da saúde.Tem previsto o desenvolvimento de um conjunto de atividades, que visam o envolvimento dos profissionais da prática clínica, para a adoção de inovações tecnológicas que contribuam para a prevenção de infeções, a utilizar durante a inserção (Active Vascular Imaging Navigation, Ultrassom, Garrote descartável), manutenção (penso de cateter de última geração ou outros definir) ou em alternativa ao CVP (Cateter Venoso Central de Inserção Periférica) e simultaneamente, a investigação sobre a eficácia das referidas

inovações.Será implementada a observação participante e entrevistas aos enfermeiros, incluindo dois estudos observacionais prospetivos, um Randomized Clinical Trial e um Pilot-Testing, com o objetivo de identificar a eficácia de inovações tecnológicas, comparativamente às práticas habitualmente usadas. Pretendemos integrar competências e valorizar sinergias, com a realização de ateliês de reflexão sobre a prática clínica, formação avançada dos enfermeiros na adoção de tecnologias inovadoras e apresentação de proposta para disseminação do projeto a nível nacional e internacional.

Período de execução:

Data de início: 01.05.2017

Data de termo: 31.10.2018

Localização:

Centro: 100 %

 

 


Comments are closed