1

AGA@4Life

AGA – Abordagem Geriátrica Ampla na promoção de um envelhecimento ativo e saudável – implementação de um programa de intervenção integrado e multidisciplinar.

AGA – Comprehensive Geriatric approach to promote an active and healthy aging – implementation of an integrated and multidisciplinary intervention program.

ABSTRACT:

Aging is a major societal challenge today. To match this cross-cutting issue to the various sectors of society, a project was designed aimed at promoting an active and healthy aging through the implementation of an intervention program based on the comprehensive geriatric assessment model (in Portuguese, Abordagem Geriátrica Ampla – AGA), also incorporating regional endogenous resources and the Health Sciences academia. The proposed AGA model is based on an individual, holistic and multidisciplinary assessment protocol, from which intervention strategies will be implemented, adjusted to each person’s needs, and aimed at preventing frailty and functional, cognitive and social decline of the elderly. Intervention actions will be focused on personalized exercise programs, nutritional education, cognitive stimulation, comorbidities monitoring, therapeutic counseling and global promotion of wellbeing.

Domínio Prioritário: Tecnologias para a Qualidade de Vida

Domínio Científico Principal. Ciências Médicas e da Saúde

Área Científica Principal: Ciências da Saúde

Área Científica Secundária: Cuidados de Saúde e Serviços

PARCERIA:

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA

INSTITUTO POLITÉCNICO DE CASTELO BRANCO

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR

MUNICÍPIO DA LOUSÃ

ADIC-ASSOCIAÇÃO DE DEFESA DO IDOSO E DA CRIANÇA DE VILARINHO, LOUSÃ

INVESTIGADOR RESPONSÁVEL IPC:

TELMO ANTÓNIO DOS SANTOS PEREIRA (ESTeSC)

FINANCIAMENTO:

Investimento elegível: 107.679,84  €

DESCRIÇÃO SUMÁRIA:

Caracterização:

O envelhecimento das populações é reconhecido como um problema social e económico de importância major. Os desafios constantes nesta tendência demográfica colocam-se 1) ao nível da administração pública, nos domínios da inserção do idoso na sociedade, da qualidade e esperança de vida ativa, da sustentabilidade dos sistemas de saúde e segurança social, e do mercado de trabalho, 2) ao nível dos prestadores de cuidados, face aos problemas de operacionalidade que advêm da excessiva pressão demográfica, com impacto previsível ao nível da qualidade dos serviços e da adequação da oferta, 3) ao nível do meio académico, particularmente na área das Ciências da Saúde, pela necessidade de se adequarem os curricula à complexidade clínica destas populações, nas vertentes que medeiam a promoção da saúde e prevenção da doença, o diagnóstico, o tratamento e a reabilitação, e 4) ao nível da sociedade em geral, pelo desígnio humanista de garantir a dignidade individual.

Face à necessidade de corresponder a este desafio societal de importância capital na atualidade, enquanto problemática transversal aos vários sectores da sociedade, desenhou-se um projeto que visa a promoção de um envelhecimento ativo e saudável através da implementação de um modelo de intervenção inovador, fundamentado na abordagem geriátrica ampla (AGA), incorporando recursos endógenos da região nos planos de intervenção, agregando elementos de inovação tecnológica decorrentes da criação de plataformas digitais de monitorização remota, e promovendo a incorporação da Geriatria nos curricula dos ciclos de estudos nas Ciências da Saúde num processo de valorização pedagógica desta disciplina. O modelo de AGA proposto assentará num protocolo de avaliação individual, de natureza holística e multidisciplinar, e consequente delineamento e implementação de estratégias de intervenção ajustadas a cada indivíduo, em articulação com os cuidados de saúde convencionais, visando a prevenção da fragilidade e do declínio funcional, cognitivo e social do idoso. Os programas de intervenção personalizados serão desenhados multidisciplinarmente por grupos de trabalho envolvendo tutores e alunos do 1º e 2º ciclos de estudos. As ações de intervenção centrar-se-ão em programas personalizados de exercício físico, educação nutricional, estimulação cognitiva, monitorização de comorbilidades, aconselhamento fármaco-terapêutico e promoção global do bem-estar, incorporando recursos regionais que permitam potenciar a região como elegível para um turismo sénior ativo e saudável. A integração de plataformas de biossinais para monitorização e vigilância do idoso constitui um elemento adicional e inovador ao modelo proposto. A ação estratégica do projeto tem como desiderato fundamental a valorização da pessoa idosa, pela promoção da saúde e bem-estar, da independência e autonomia, da mobilidade e da oportunidade para contribuir na comunidade em que se insere.

Localização:

Centro: (100%)

Período de execução:

Data de início: 01/06/2017

Data de fim: 30/11/2018

 

 

Cofinanciado por:

 

 


Comments are closed